Saved!

Hoje eu assisti um filme que expressa bem o que sinto em relação à algumas pessoas. Me interessei em assistir "Saved!" porque me parecia um filme adolescente, leve e meloso, do jeitinho que eu gosto... mas foi uma surpresa pra mim ver que trata de um assunto que até me fez mal alguns dias atrás. A velha história de pessoas que se escondem atrás de uma imagem, de algo que não são, que querem que todos vivam numa espécie de padrão exato de comportamento, e todo o resto não presta. O filme trata de um grupo de adolescentes critãos, fervorosos, e que buscam utilizar a palavra de Deus em tudo. Sabem, eu sou católica, e não tenho absolutamente nada contra qualquer religião, muito pelo contrário, acredito que todos devemos buscar Deus, cada um à sua maneira. Continuando no filme, a garota Mary descobre que seu namorado é gay, o que consideram uma doença, e resolve transar com ele para "curá-lo". A trama que se desenrola à partir daí é que o rapaz acaba internado em uma clínica para voltar a ser homem e a garota se descobre grávida. O filme não deixou de ser adolescente e bobinho, mas me chamou atenção o fato de mostrar quantas pessoas se escondem atrás de crenças, bíblias e até mesmo normas sociais. Eu simplesmente abomino gente assim. Pessoas que pregam uma coisa, uma atitude, um modo de viver, e por trás são completamente diferentes, e fazem justamente o que condenam. Querem ser vistas dentro de um padrão, que não existe, pois todos somos diferentes. Pessoas que apontam o dedo pra outras, mas não percebem como estão contaminadas com seu próprio preconceito. Acho incrível que em pleno século 21 ainda existam preconceitos contra homossexuais, certas religiões, que exista gente ditando regras, modo de viver. Acho que cada um deve buscar sua felicidade, e desde que nesta busca não prejudique ninguém, é livre pra viver como quiser. Mas infelizmente o mundo não é assim. As pessoas são rotuladas o tempo todo e talvez por isso se utilizem de máscaras. Não vou ser hipócrita e dizer que sou completamente sincera em tudo, mas juro que tento. Não finjo ser o que não sou, muito pelo contrário, às vezes me mostro tão a fundo que fico achando que me olham como louca. É muito triste ver pessoas tentando se enquadrar em algo que não gostam, não acreditam, não querem, ou simplesmente tentando ser diferente para agradar alguém, ou pior ainda, ganhar algo em troca. Eu conheço muita gente que prega uma coisa fora de casa, e dentro faz outra, completamente diferente. Infelizmente é muito mais fácil julgar o outro, ver o defeito do outro, do que tentar entendê-lo. É muito mais fácil se esconder atrás de uma imagem bonita, do que assumir que faz coisas "erradas". E aproveitando a fala da mocinha do filme Saved!: "Por que Deus nos faria tão diferentes, se Ele quisesse que todos fôssemos iguais?". Então é isso... Quem tiver interesse em assistir ao filme, o nome é Saved!, traduzido como Galera do Mal, péssimo título por sinal. O filme é meio velhinho, de 2004, mas é bastante interessante, e nos faz pensar na incoerência entre a fé e a imposição de valores. Bjus.
Share |

2 comentários:

Lari,  19 de maio de 2009 10:29  

Falou tudo cunhada. Cansei de conviver com gente assim, falso moralismo é algo que abomino e desprezo. Mas, é com isso e entre muitas outras "coisas" que o mundo é feito. E a gente sempre sobrevive, rsrs.

E adivinha o que vou fazer? Baixar o filme, rsrs.

Beijos
saudades

Fla Lopes 19 de maio de 2009 15:17  

Nem fale...
e é claro que vou assistir, neh!!! haha

bjinhos

Postar um comentário

Que bom que vc esteve por aqui, seu comentário é muito importante pra mim... bjs

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital